powered by
O especialista global em family office
Nós oferecemos suporte a você na criação do seu single-family office
Qual será o destino do seu patrimônio?
Nós o ajudamos na escolha de um family office na Suiça
PT

O especialista global em family officeheader

Family Office na Suíça

Quando estiver considerando estabelecer um family office próprio ou começar a utilizar os serviços de um existente, você deve analisar a sua localização com cuidado. Você não quer criar um single-family office ou usar um multi-family office localizado em um país ou região instável porque uma das principais razões para usar um family office é a proteção da sua riqueza.

Precisa de um family office?

Fale conosco:

+41 58 819 65 50
foss@family-office-advisory.com

NewsletterNossa Workshop

Consequentemente, a Suíça é um dos locais preferidos para um family office.

Conteúdo:

  1. A Suíça como porto seguro para family offices
  2. Infraestrutura (financeira) suíça
  3. Licença suíça para family offices
  4. Convenção de Haia
  5. Nossos serviços de assessoria em family offices


A Suíça como porto seguro para family offices

A Suíça é uma federação independente desde 1848, com mais de sete séculos de história. A Suíça é um país neutro desde 1815, sem envolvimento em nenhuma guerra desde 1848. Como o regime político da Suíça é a chamada democracia direta, os cidadãos podem exercer uma influência direta sobre toda a legislação (proposta) nos âmbitos federal e local. A Suíça é um dos poucos países no mundo com um sistema político de democracia direta.

A Suiça é conhecida por sua estabilidade única, tanto política quanto econômica

A economia Suíça é extremamente estável. Graças a uma grande diversificação e forte demanda doméstica, a economia suíça cresce constantemente e não foi afetada pela crise econômica e financeira mundial. Graças à limitação constitucional do crescimento dos gastos (i.e. endividamento) do governo federal (“debt brake”), o governo suíço tem conseguido, desde o início da crise financeira em 2008, produzir um superávit orçamentário quase todos os anos e, como resultado disso, a Suíça tem hoje uma das menores taxas de dívida pública do mundo e é um dos últimos países do mundo a manter um rating AAA (em ING).

A moeda da Suíça, o franco suíço, é considerada há muito tempo como uma moeda segura e vem se valorizando muito nas últimas décadas (a Suíça não é membro da União Européia e não faz parte da Zona do Euro).

Infraestrutura (financeira) da Suíça

Para um family office, a proximidade a bancos (privados) sólidos é um fator chave, dado que uma das tarefas principais de um family office é administrar a sua riqueza. Bancos privados suíços tem sido líderes globais na indústria de administração de patrimônio por muito tempo e alguns dos bancos melhor capitalizados estão localizados na Suíça. Você encontrará uma grande variedade de bancos na Basiléia, em Genebra, Lugano e Zurique.

Avião particular sobre os Alpes suíços

Profissionais muito experientes, motivados, precisos e educados, com experiência em finanças, podem ser contratados diretamente na Suíça. Mais importante do que isso, profissionais com essas qualificações, que atualmente residem em outras localidades, podem ser motivados a se mudarem para a Suiça, considerado um dos melhores países para se viver no mundo devido aos seus elevados índices de qualidade de vida. Além disso, hoje em dia é relativamente fácil para a maioria dos estrangeiros fixar residência na Suíça. Naturalmente, todos estes aspectos também tornam a Suiça muito atraente para a relocação de famílias ricas.

Normalmente, os single-family offices na Suíça são estabelecidos como entidades corporativas Swiss AG). A Suíça tem um sistema fiscal de impostos sobre rendimentos corporativos muito atraente. As taxas de impostos sobre rendimentos corporativos são relativamente baixas, em comparação com outros países, e a Suíça firmou acordos de dupla tributação com muitos países. As autoridades fiscais suíças são muito profissionais. A Suíça também possui um sistema legal respeitável, confiável e sólido e é o domicílio de especialistas (financeiros) de alto nível tais como assessores fiscais, sociedades de advogados, especialistas em planejamento patrimonial, notários, sociedades de auditoria etc.

Além disso, a infraestrutura para family offices na Suíça, tanto em Genebra como em Zurique, é de classe mundial. As duas cidades têm excelentes aeroportos com conexões para o mundo inteiro, muitas delas diretas, e os centros das duas cidades ficam a vinte minutos dos seus respectivos aeroportos.

Licença suíça para family offices

A Suíça não conta com um regime específico para licenças de family offices. No entanto, isso não significa que automaticamente nenhuma licença será necessária para o seu family office. Dependendo das atividades do family office, algum tipo de licença ou registro pode ser necessário como, por exemplo, uma licença de gestor de ativos independente ou administrador(a partir de 2020) ou se outras obrigações regulatórias, como por exemplo a Lei Anti-Lavagem de Dinheiro, podem ser aplicáveis.

A Convenção de Haia

Após a adesão da Suíça à "Convenção de Haia sobre Reconhecimento de Trustes" um family office na Suíça pode também, sem quaisquer consequências fiscais negativas, atuar como um Trustee (fiduciário) na estrutura de truste de uma família.

Todas estas características fazem da Suíça um dos melhores lugares (em ING) para um family office ou para estabelecer o seu próprio single-family office. A função de um family office não é apenas administrar a sua riqueza, mas também salvaguardar e protegê-la quando o seu país de origem se revela menos estável do que você esperava ou considerava que seria.discussão de negócios

Nossos serviços de assessoria em family offices

discussão de negócios

Por favor entre em contato com nossa equipe suíço para saber mais sobre as vantagens da Suiça como um dos melhores lugares para se trabalhar com um multi-family office, estabelecer um single-family office ou como o local de sua escolha para relocação. Estamos à disposição para esclarecer todas as suas dúvidas.

Um artigo detalhado escrito por Jan van Bueren e Thomas Ming sobre "a seleção da jurisdição adequada para um family office" pode ser encontrado na segunda edição do livro "STEP Family Office Handbook", publicado em 2019.

Authores: &
© Direito autoral
Este texto é uma tradução. Em caso de dúvidas, por favor consulte o texto original em inglês.

Workshop – Fundação de um single-family office

Algumas vezes por ano, organizamos um dia de introdução ao conceito de single-family office para um grupo seleto de famílias. Se a sua família está considerando a criação de um single-family office e gostaria de saber mais sobre o conceito e os desafios que você enfrentará durante o processo, por favor leia mais aqui.


Os temas a seguir também podem ser do seu interesse:

dmca/